Você está aqui: Página Inicial > Seus Direitos > Política Penal > Notícias DEPEN > Agentes federais de execução penal dão continuidade em curso que teve início na Inglaterra

Destaque

Agentes federais de execução penal dão continuidade em curso que teve início na Inglaterra

publicado: 20/03/2017 10h34 última modificação: 20/03/2017 13h45

 Brasília, 15/03/17 — O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) contratou o instituto Emotional Intelligence Academy (EIA), sediado em Manchester (Inglaterra), para finalizar a capacitação de agentes federais de execução penal em análise comportamental e em entrevista investigativa. O curso teve início em 2015 com um primeiro módulo presencial no exterior.

Nesta nova fase, os servidores Agostinho Rodrigo, Ana Paula, Antonio Rezende, Jean Claer e Rodrigo Nogueira realizarão os módulos Face e Emoção, Psicofisiologia e Atenciosidade / Atenção Concentrada por meio de sistema EAD, com suporte dos tutores em tempo integral por meio de ferramentas online.

De acordo com a agente Ana Paula Botelho, “o método, desenvolvido por PAUL EKMAN, um dos pioneiros no estudo das microexpressões faciais, das emoções e a sua universalidade entre os povos, e eleito como um dos psicólogos mais influentes do século XX, possibilitará aos servidores um maior know-how das técnicas de leitura do comportamento humano, através da análise do corpo, face, voz, interação do indivíduo com o ambiente, entre outros sinais de comportamento humano não verbais em situações de interesse.”

Segundo a diretora do Sistema Penitenciário Federal (SPF), Cintia Rangel Assumpção, “com a metodologia apreendida, os servidores terão mais ferramentas para lidar com as tarefas cotidianas, inerentes ao cargo de Agente Federal de Execução Penal, nas mais diversas áreas de atuação, buscando sempre a excelência da atividade e uma posição de vanguarda no tratamento penitenciário como um todo. ”

Ainda conforme o coordenador-geral de inteligência penitenciária, Sandro Abel Sousa Barradas, “os conhecimentos adquiridos serão multiplicados a todos os servidores do Sistema Penitenciário Federal e Estadual, por meio do Curso de Comunicação Não Verbal, executado pela Escola de Serviços Penais (Espen), do Depen em momentos oportunos. ”

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples.