Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Megaoperação da PRF apreende 87 veículos roubados no Maranhão

Destaque

Megaoperação da PRF apreende 87 veículos roubados no Maranhão

Maior operação do gênero no estado apreende grande número de utilitários e motocicletas, originários do Ceará, Bahia, Goiás, São Paulo, Pará, Piauí, Tocantins e DF
por publicado: 04/12/2017 17h42 última modificação: 04/12/2017 18h00

Brasília, 4/12/17 - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou no Maranhão, entre 28 de novembro e 3 de dezembro, a Operação Hircus III, para combate ao roubo, furto e adulteração e outras fraudes relacionadas a veículos. A operação teve apoio da Polícia Civil estadual.

100 policiais rodoviários federais do próprio estado e de outras regiões participaram da operação, com equipes operacionais, especialistas em identificação de fraudes veiculares e apoio de inteligência policial. As ações cobriram 22 municípios das regiões centro e norte do Maranhão.

Foram apreendidos até domingo (3) 87 veículos com adulteração confirmada. Todos foram encaminhados à polícia judiciária; 58 tinham registro de ocorrência de roubo e furto; 29, de adulteração. A etapa seguinte se destina a identificar o veículo original e o verdadeiro proprietário. As ações prosseguem em alguns desses municípios no decorrer desta semana.

Durante a Operação os policiais ainda apreenderam ainda duas armas de fogo e conduziram 77 pessoas às delegacias de polícia judiciária, a maioria por receptação de veículo roubado ou furtado. Oito documentos falsificados de veículos também foram apreendidos.

Histórico

A primeira edição da operação Hircus aconteceu no ano de 2013, no estado do Piauí. A segunda foi realizada entre o sul do Piauí e o norte do estado da Bahia, no ano de 2014.

A última grande operação com a temática de enfrentamento às fraudes veiculares realizada pela PRF foi no estado do Maranhão - a Operação Jamnapari ocorreu no início do mês de dezembro de 2015 e recuperou um total de 71 veículos, alvos de roubo e furto ou com sinais de adulteração.

As apreensões deram à PRF condições de elaborar um mapa da procedência e origem dos veículos de irregulares destinados ao Maranhão, como Ceará, Bahia, Goiás, São Paulo e Distrito Federal, além dos vizinhos Pará, Piauí e Tocantins, Também foi possível mapear os municípios de destino dos veículos dentro do Maranhão.

Entre os veículos mais visados pelas quadrilhas estão utilitários e motocicletas, este últimos pela facilidade na subtração, destinação e comercialização. A Hircus III foi realizada pela Superintendência Regional no Maranhão, a Coordenação Geral de Operações (CGO), o Comando de Operações Especializadas (COE) e o Grupo de Enfrentamento às Fraudes Veiculares (Gefrav). A Polícia Civil disponibilizou delegacias para operacionalizar o grande volume de ocorrências decorrentes da Operação.

O nome da operação diz respeito à uma variedade de caprinos muito presente na região nordeste do Brasil. Na linguagem policial, o “cabrito” é um veículo de procedência ruim: roubado, furtado ou adulterado.

Municípios atendidos pela Operação Hircus III: São Luís, Santo Amaro, Barreirinhas, Paulino Neves, Tutóia, Araioses, São Bernardo, Brejo, Anapurus, Urbano Santos, São Benedito do Rio Preto, Chapadinha, Santa Inês, Arame, Grajaú, Gonçalves Dias, Barra do Corda, Santa Luzia do Paruá, Araguanã, Nova Olinda, São João do Caru, Zé Doca.


Operação Hircus III

ASSINATURAMJ_PORTAL_0803_PARTE BCA.JPGASSINATURAMJ_PORTAL_0803.jpgFACEBOOK_ICON_2103.jpgYOUTUBE_ICON_2103.jpgTWITTER_ICON_2103.jpgFLICKR_ICON_2103.jpg