Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Curso capacita líderes comunitários e policiais do DF na prevenção da violência

Destaque

Curso capacita líderes comunitários e policiais do DF na prevenção da violência

Aulas abordaram temas como direitos humanos e mediação de conflitos
por publicado: 09/08/2017 17h34 última modificação: 09/08/2017 17h41

Brasília, 9/8/17 - O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) encerrou, na noite de terça-feira (9), a capacitação de 45 líderes comunitários de Brasília (DF) e profissionais de segurança pública para ações preventivas contra o crime e a violência. Eles participaram do Curso de Promotor de Polícia Comunitária, que contou com 40 horas/aula entre os dias 24 de julho e 4 de agosto.

O curso é realizado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJSP). Durante as aulas foram ministradas disciplinas de direitos humanos; gestão pela qualidade na segurança pública; mediação de conflitos; mobilização social; e estruturação dos conselhos comunitários de segurança. Os alunos tiveram também aulas sobre noções de relações interpessoais; gestão pela qualidade da segurança pública; e policiamento comunitário e sociedade.

A maioria dos participantes é comerciante ou morador do conjunto habitacional Paranoá Parque. Além dos líderes comunitários, também participaram do curso profissionais do Departamento de Trânsito (Detran), do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Polícia Civil que trabalham na região.

Política Pública
"A Senasp investe em políticas de segurança com cidadania em todo o país, por meio de acordos de cooperação técnica com estados e municípios. O Curso de Promotor de Polícia Comunitária é um exemplo disso, pois promove a valorização e a aproximação dos policiais com a comunidade, visando a redução do crime e da violência por meio de ações preventivas com a participação de todos", explicou Ana Paula Garutti, coordenadora-geral de Ensino da Senasp/MJSP.

Algumas edições do curso contemplam também outros agentes públicos, como os das áreas de saúde, justiça e assistência social.

Segundo Garutti, que é capitã da Polícia Militar de São Paulo, a ideia da Senasp é fazer com que os capacitados levem o que aprenderam para as áreas onde atuam. "Eles poderão aplicar a filosofia da Polícia Comunitária também no trabalho diário, como forma de aproximar os órgãos de segurança da comunidade, objetivando melhoria nos serviços prestados, bem como na qualidade de vida de todos", acrescentou.

A iniciativa é uma parceria do MJSP, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJSP), com a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal, o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do Paranoá e a Administração Regional local e as forças locais de segurança pública.

A solenidade de encerramento do curso aconteceu no auditório Tancredo Neves, na sede do Ministério da Justiça. Também participaram do evento o chefe de gabinete da Segurança Pública do Distrito Federal, Pehkx Jones, e o presidente do Conseg do Paranoá, Sérgio Santos.

Cursos
A Senasp também oferece outros cursos com a mesma temática. A duração das capacitações varia de cinco a 10 dias, de acordo com o público que irá atender.

Os cursos nacionais de Promotor de Polícia Comunitária, por exemplo, preveem 40 horas/aula e objetiva capacitar integrantes de Polícia Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal, além de agentes e líderes comunitários, para desenvolverem ações orientadas pela filosofia de polícia comunitária, bem como para atuar na mobilização comunitária.

Já o curso de Multiplicador de Polícia Comunitária costuma envolver apenas gestores dessas instituições de segurança pública e reserva o dobro do conteúdo: 80 horas/aula. Há versões internacionais do curso também, baseadas em modelos estrangeiros, promovidas através de cooperação técnica entre Brasil e Japão, exclusiva para profissionais que atuam no policiamento ostensivo.

Os cursos de tópicos especiais em policiamento e ações comunitárias 'Redes de Atenção e Cuidado' e 'Abordagem Policial a Pessoas em Situação de Risco' têm duração de 40 horas/aula. Eles preparam operadores de segurança pública que atuarão nas cenas de uso e tráfico de drogas, para emprego racional e adequado das tecnologias de menor potencial ofensivo, observando a legalidade e os direitos humanos.

Curso Senasp

Solenidade de encerramento do curso de Promotor de Polícia Comunitária no auditório Tancredo Neves, sede do MJSP

ASSINATURAMJ_PORTAL_0803_PARTE BCA.JPGASSINATURAMJ_PORTAL_0803.jpgFACEBOOK_ICON_2103.jpgYOUTUBE_ICON_2103.jpgTWITTER_ICON_2103.jpgSOUNDCLOUD_ICON_2103.jpgINSTAGRAM_ICON_2103.jpgFLICKR_ICON_2103.jpg