Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Força Nacional de Segurança Pública estende ação na Terra Indígena Apyterewa

Destaque

Força Nacional de Segurança Pública estende ação na Terra Indígena Apyterewa

Operação no Pará foi prorrogada por mais seis meses
por publicado: 11/01/2018 13h51 última modificação: 11/01/2018 14h25

Força Nacional

A permanência da Força foi solicitada pela Fundação Nacional do Índio (Funai)

Brasília, 11/01/18 - O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou, nesta quinta-feira (11), a permanência da Força Nacional de Segurança Pública na Terra Indígena Apyterewa, no município de São Félix do Xingu, estado do Pará, por mais 180 dias. A autorização foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

A renovação do período de atuação da Força Nacional na região foi solicitada pela Fundação Nacional do Índio (Funai). A Operação Apyterewa promove a retirada de ocupantes não indígenas da terra.

A ação começou no dia 10 de janeiro de 2016 e é a segunda realizada pelas tropas federais em terras indígenas de São Félix do Xingu. Antes disso, o efetivo da Força já tinha atuado na área entre março de 2011 e outubro de 2013.

A Terra Indígena Apyterewa é território tradicional do povo Parakanã, homologado por decreto presidencial em 19 de abril de 2007 e integra o complexo de terras indígenas afetadas pela Usina Hidrelétrica de Belo Monte. A regularização fundiária, incluindo a retirada dos ocupantes não indígenas, é uma das condicionantes governamentais do processo de licenciamento ambiental do empreendimento.

Coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJ), a Força Nacional de Segurança Pública é um programa de cooperação federativa de auxílio à segurança pública em qualquer ponto do país. Atualmente, a Força desenvolve 16 operações em 10 estados.

 

ASSINATURAMJ_PORTAL_0803_PARTE BCA.JPGASSINATURAMJ_PORTAL_0803.jpgFACEBOOK_ICON_2103.jpgYOUTUBE_ICON_2103.jpgTWITTER_ICON_2103.jpgFLICKR_ICON_2103.jpg