Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Arquivo Nacional em Brasília é um dos vencedores do selo Memória do Mundo da Unesco

Destaque

Arquivo Nacional em Brasília é um dos vencedores do selo Memória do Mundo da Unesco

por publicado: 23/10/2018 11h44 última modificação: 23/10/2018 14h29
O objetivo do programa é incentivar projetos e atividades que preservem o legado do passado para a comunidade mundial presente e futura

Brasília, 23/08/18 - O Arquivo Nacional é um dos vencedores do programa Memória do Mundo Brasil da Unesco. A instituição venceu com o fundo: Assessoria de Segurança e Informações da Fundação Nacional do Índio (ASI/FUNAI). Este ano foram 29 candidaturas com 10 acervos vencedores. O objetivo do programa é incentivar projetos e atividades que preservem o legado do passado para a comunidade mundial presente e futura. A expectativa é que a cerimônia de premiação aconteça até dezembro de 2018.

O acervo com o qual o Arquivo Nacional em Brasília concorreu foi o ASI/ FUNAI, que é composto por 1.160 dossiês textuais e possui também fotos e cartografia. O mais antigo documento é datado de 1968. Existem arquivos sobre pessoas físicas; tutela indígena; demarcação de terras; regularização fundiária; assistência às comunidades indígenas; missões religiosas; atuação de entidades ligadas à causa indígena; criação de parques indígenas; normas; regulamentos e assuntos administrativos. O fundo é uma importante fonte para estudos sobre a política indigenista desenvolvida pelo Estado brasileiro à época e controle da atuação de entidades indigenistas no país.

“Obter este registro é um reconhecimento da importância deste acervo, conferindo um status semelhante ao tombamento histórico. Também representa uma responsabilidade, pois este acervo tem que ser cuidadosamente preservado para as futuras gerações” comentou Raynes Castro, servidor e historiador que, em parceria com servidor e também historiador Pablo Franco, foi o responsável pela elaboração do dossiê vencedor do selo da UNESCO.

Programa Memória do Mundo da Unesco


Anualmente o Memória do Mundo Brasil seleciona até dez novos acervos arquivísticos para obtenção deste selo. A UNESCO estabeleceu o programa internacional Memória do Mundo em 1992. O projeto originou-se do aumento de consciência sobre as reais condições da preservação e do acesso ao patrimônio documental em várias partes do globo. Coleções de grande importância têm tido vários destinos, como saques, dispersão, tráfico ilegal, destruição e arquivamentos inadequados. A Memória do Mundo é a memória coletiva e documentada dos povos, e seu patrimônio documental é essencial para contar a história da Humanidade. Ela traça a evolução do pensamento, dos descobrimentos e das realizações da sociedade humana.

Conheça o fundo ASI/ FUNAI em: http://sian.an.gov.br

Mais informações sobre o programa acesse: http://mow.arquivonacional.gov.br/